Ministério dos Transportes
Transporte

Ministro visita obras do aeroporto Maria Mambo Café

As obras de construção do aeroporto Maria Mambo Café, do terminal marítimo de passageiros, do quebra-mar e do porto em águas profundas do Caio, inseridas nas linhas de crédito da China, estão paralisadas por falta de pagamento das verbas para a sua conclusão.

O ministro dos Transportes, Ricardo d'Abreu, visitou nesta terça-feira, 4, as três obras, durante a qual foi informado do grau de execução das mesmas, que se encontram atrasadas em termos de cumprimento de cronograma estabelecido.

As obras de construção e ampliação do Aeroporto "Maria Mambo Café", iniciadas em finais de 2016 e com a previsão de término depois de 14 meses, estão paralisadas por falta de pagamentos. O aeroporto deverá ter uma pista de três mil metros de comprimento, 45 metros de largura e 7.500 de berma, podendo receber aviões do tipo boeing 777.

O futuro aeroporto vai ter um sistema sofisticado de navegação aérea, três caminhos de circulação de aeronaves, sendo duas saídas rápidas e uma normal.

De acordo com o administrador para a área técnica da Enana, Nataniao Domingos, o aeroporto vai ter igualmente uma aérea de estacionamento com capacidade para quatro aeronaves, sendo três para boeing do tipo 737, dois para serviços de embarque e desembarque por mangas, e uma aérea para estacionar uma aeronave do tipo 777.

O aeroporto vai ter ainda uma aérea para seis helicópteros do tipo Puma.

Jornal de Angola