Ministério dos Transportes

Existem 11 resultados disponíveis.

 
29
nov
2012

Conferência Internacional do Corredor de Desenvolvimento do Lobito

O Ministério dos Transportes realiza, de 29 a 30 de Novembro de 2012, na cidade de Lobito, província de Benguela, uma Conferência Internacional do Corredor de Desenvolvimento do Lobito, subordinada ao lema: “O Corredor do Lobito no Fortalecimento Económico da África Austral”.

15
dez
2011

Ministério dos Transportes

cerimónia de entrega das viaturas perdidas durante a guerra colocadas ao serviço do Estado

10
mai
2010

Transportes de Angola e de Portugal reforçam cooperação

O Ministro dos Transportes da República de Angola, Dr. Augusto da Silva Tomás, recebeu, no dia 10 de Maio de 2010, em audiência o Ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações de Portugal, Dr. António Mendonça, com quem abordou o estreitamento das relações de cooperação entre os dois países no domínio dos transportes.

 

Durante o encontro, presenciado igualmente pelo embaixador de Portugal em Angola, Dr. Ribeiro Teles, o Ministro dos Transportes, Dr. Augusto da Silva Tomás, deu a conhecer ao seu homólogo português o programa do Executivo angolano e as metas traçadas ao nível do sector dos transportes.

 

O Ministro das Obras Públicas, Transportes e Comunicações de Portugal, Dr. António Mendonça está em Luanda desde domingo, tendo já sido recebido pelo ministro angolano do Urbanismo e Construção, Dr. José Ferreira.

 

 


27
abr
2010

Ministro participa participou na quarta conferência do conselho corporativo em África


O Ministro dos Transportes, Dr. Augusto da Silva Tomás, concluiu a deslocação que efectuou aos Estados Unidos da America, onde participou da IV Conferência do Conselho Corporativo para África, subordinada ao tema “Promover um Crescimento Dinâmico em África”. O encontro decorreu durante três dias em Washington DC, isto é de 27 à 30 de Abril.

 

No discurso que proferiu durante a IV Conferência do Conselho Corporativo para África, o Ministro dos Transportes, disse que o processo de reestruturação do sector tem como propósito último promover a emergência de um sector de transporte aéreo forte e em crescimento, que sirva como um catalisador do desenvolvimento económico nacional, servido por uma companhia de bandeira que seja uma referência a nível regional e alicerçado em infra-estruturas de nível internacional.

 

Durante a sua intervenção, o Ministro dos Transportes debruçou-se sobre os desafios do sector, apresentou o programa que foi estabelecido e os resultados obtidos até à data presente, dando especial ênfase a todo o tema das infra-estruturas aeroportuárias.

 

Como elemento fulcral a médio prazo, segundo informou ministro, foi decidido avançar para a construção de um novo aeroporto internacional de Luanda, num sistema BOT, uma obra de grande envergadura que permitirá receber entre 5 e 10 milhões de passageiros e será o culminar de todo um processo de investimento em infra-estruturas aeroportuárias.

 

Ao pronunciar o discurso na IV Conferência do Conselho Corporativo para África, o Ministro dos Transportes, começou por destacar o papel do sector aéreo, contextualizou o processo em curso, falou do programa de reestruturação, apresentou o ponto de situação, bem como resumiu os esforços e os investimentos realizados nos últimos anos em Angola.

 

Durante a sua permanência em Washington, o Ministro dos Transportes, acompanhado de Sua Excia a Embaixadora de Angola nos Estados Unidos da América, Josefina Pitra Diakité, foi recebido em audiência pelos responsáveis do Departamento de Estado Americano ligados à área de transportes, tendo igualmente mantido encontros com os responsáveis da Boeing e do Exim Bank, respectivamente, para tratar da questão relativa ao processo em curso que visa a aquisição dos dois aviões, e com outras instituições americanas para analisar o processo de segurança, física e comportamental (safety e security) na aviação civil no País, e das relações bilaterais entre Angola e os EUA no domínio dos transportes aéreos.

  

No quadro da sua agenda de trabalho, Ministro dos Transportes manteve ainda encontros com responsáveis de várias empresas sedeadas na América interessadas em investir no sector dos transportes em Angola, nomeadamente a General Electric,  Lockheed Martin Corporation, Lonrho, Atlas Air, Atlas Comercial Holding, Magtrade e Mammoet .

 

Note-se que o ponto mais alto da deslocação à Washington foi a participação do Ministro dos Transportes na mesa redonda subordinada ao tema “Desenvolvimento de Infra-estruturas Aeroportuárias e Crescimento Económico” e atendeu a assinatura entre a TAAG e Boeing do protocolo para a compra de duas aeronaves Boeing 777 – 300 ER para a companhia de bandeira angolana.

 

Nesta visita à Washington, o Ministro dos Transportes fez-se acompanhar do director geral  INAVIC, Dr. Gaspar dos Santos, do coordenador da Comissão de Gestão da TAAG, Dr. Pimentel Araújo, da administradora da Enana, Engª Dulce Manuel, do seu director de gabinete, Dr. Trindade Bêmbele, do chefe do Departamento do Centro de Documentação e Informação do Ministério dos Transportes, Dr. Luís Paulo, e de outros técnicos do sector que dirige.


16
jul
2008

Investimentos no Porto Seco vão ajudar a descongestionar o Porto de Luanda

O ministro dos Transportes, Augusto Tomás, Dr. Augusto da Silva Tomás, apontou o descongestionamento do Porto Comercial de Luanda e a melhoria da gestão dos vários órgãos que intervêm no processo, como uma das principais prioridades do momento no sector portuário. O titular dos Transportes, que falava após ter efectuado uma visita ao Porto Seco de Viana, apelou aos gestores dos terminais à necessidade de proceder a investimentos no sentido de prestarem um serviço de qualidade aos cidadãos, aos importadores e aos clientes. Os investimentos, reforçou o ministro, permitirão aumentar a produtividade dos terminais e, consequentemente, alterar os constrangimentos actuais de funcionamento do Porto Comercial de Luanda.

O titular da pasta dos Transportes pretende que haja sintonia entre as alfândegas e os gestores das diferentes unidades que servem a cadeia portuária, de forma a concertarem melhor os investimentos a realizarem nos vários terminais.

Essa sincronização, disse, servirá de suporte para a concepção de programas integrados com as empresas que fazem a gestão dos terminais. Nessa perspectiva, chamou a atenção de que é necessário que cada um dos elementos que intervêm na cadeia cumpram com as suas responsabilidades, já que o Governo tem objectivos a serem alcançados. Além do Porto Seco, o ministro dos Transportes, Dr. Augusto Tomás, visitou o Terminal da Filda, no Cazenga, e o Fayol, no Kilamba Kiaxi.

De acordo com informações prestadas pelos responsáveis da Multi-Parques - empresa gestora do Porto Seco de Viana - neste momento, já se encontram cerca de nove mil contentores no Porto Seco.

123